segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Evolução do emprego e desemprego no Brasil em 2016 na construção Civil

Apresentamos uma visão sobre a evolução do emprego na construção civil distribuída espacialmente por todo o território nacional. Essa informação foi gerada através da análise dos microdados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e desempregados) e da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais). É parte de um conjunto de informações relevantes para os tomadores de decisão da esfera pública e privada, bem como para todo o cidadão que deseja acompanhar a realidade brasileira. Ao observar as informações identificamos uma involução, 437.260 empregos perdidos ao longo de 2016. O processo de perda de vagas concentra-se nas capitais e regiões metropolitanas. Também é um processo desigual, existem cidades que apresentaram um saldo positivo de vagas, localizadas predominantemente no interior do país.

 Representamos graficamente em forma de mapa em ambiente web os dados gerais do ano de 2016 ponderados pelo números de vagas ativas em 2015. Assim podemos apresentar uma informação sobre o peso do fechamento de vagas em cada cidade de forma consistente. Também apresentaremos duas tabela a primeira com os 10 municípios que mais fecharam vagas e a segunda com os dez municípios que mais abriram vagas.



O leitor atento, observará na legenda percentuais bastante elevados, esses casos estão relacionados com municípios de pequeno porte, em que a geração de vagas teve grande impacto, como por exemplo o Município de Claudia no Mato Grosso que evoluiu 5566,66%, no entanto cresceu de 9 vagas ativas em 2015 absorvendo mais 501 vagas. Observamos ainda que a informação é disponível para 2.808 municípios brasileiros, já que nem todos os municípios apresentaram dados para essa atividade econômica.

Dez municípios com maior perda de vagas na construção em 2016
Como já adiantamos a importância das grandes capitais, destacamos a liderança negativa do Rio de Janeiro, com uma perda de 48.414 postos de trabalho representando 30,57% da força de trabalho nesse segmento.
Dez municípios com maior geração de vagas na construção civil em 2016
Os municípios que mais geraram empregos na construção civil se encontram no interior do país.

A partir da involução do emprego é possível pensar em demandas sociais e econômicas, bem como observar áreas com oferta de mão de obra qualificada. Deve-se ponderar também que a cada rescisão trabalhista paga, um montante de recursos são transferidos, trabalhadores em situação de desemprego demandam serviços de recolocação, alguns desses profissionais também podem gerar demandas por qualificação/aprimoramento profissional.

A presente publicação é parte das nossas ofertas em análise de dados. A rigor é uma visão simplificada, já que os dados podem ser apresentados em classificações mais detalhadas, tanto no âmbito das classificações econômicas, como no detalhamento geográfico. O fundamental é apresentar a importância de informações atuais para o processo de conhecimento da realidade. Consequentemente para os processo de tomada de decisão. Ofertamos serviços personalizados que vão dá análise de negócio a geração de informações relevantes para sua organização. Agende uma visita em: http://www.geoanalytics.com.br/.
 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Analytics