domingo, 16 de dezembro de 2012

Conhecendo São José dos Campos com o ArcGIS Online


Caros leitores, mudei para São José dos Campos a algumas semanas, conheço pouco a cidade e resolvi contar com a ajuda do ArcGIS Online para conhecer um pouco mais minha nova moradia.
Busquei no site da prefeitura uma relação dos restaurantes da cidade e através do ArcGIS Online geocodifiquei esses registros, como demonstro no vídeo é muito simples geocodificar endereços no ArcGIS Online.
No próximo post (em 2013) pretendo fazer o mesmo para os equipamentos de cultura. O objetivo é construir um mapa da cidade demonstrando as concentrações de pontos de interesse para o lazer.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Inserindo um shape de CEP no ArcGIS Online


Hoje inserindo um shape de polígonos de CEP gerado pelo Centro de Estudos da Metrópole. Também é a estréia da nossa pasta no ArcGIS Online, convidamos os leitores a visitar e consultar os dados que espero poder alimentar periodicamente.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Aplicando Smooth do Sextante no Kosmo


Esse recurso permite suavizar ângulos, gera um efeito de arredondamento de formas. O Smooth é muito útil para o tratamento de vetores que foram gerados na conversão de rasters. Nessa conversão o produto acaba ficando marcado pela forma do pixel. O Smooth permite arredondar suas extremidades.
Mais uma vez utilizando o KOSMO, que como nossos leitores sabem está entre os meus preferidos.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Calculando a Menor Distância


No post de hoje uma demonstração da importância dos Sistemas de Informação Geográfica na gestão da saúde. Executamos uma análise na qual identificamos qual a estação de metro ou trem mais próxima de cada hospital da cidade de São Paulo. Análises desse tipo podem ajudar tanto no cálculo de usuários para as estações como para a escolha de novos locais para expansão de linhas e instalações de novos hospitais.
Trabalhei com o Qgis, utilizando dados do Open Street Map e CEM.
Uma observação importante para obter a distância em metros trabalhe com dados em coordenadas planas e com o projeto configurado em metros.

domingo, 11 de novembro de 2012

Dados geoespaciais na Grande São Paulo

Hoje o post é um pouco diferente, vamos deixar de lado as rotinas de geoprocessamento para falar um pouco de acesso a dados geoespaciais públicos. No Estado de São Paulo órgãos como o Instituto Geográfico Cartográfico – IGC e Emplasa não costumam disponibilizar informações vetoriais de forma gratuita. Essa tem sido a política de difusão de informações para esse setor no nosso Estado.
Nesse contexto o trabalho do Centro de Estudos da Metrópole o CEM merece destaque. Trabalhando com financiamento de agências governamentais o CEM tem produzido e disponibilizado uma gama de informações sobre a região metropolitana de São Paulo que vão da sociodemografia a bases de eixo de gradouro, convido o leitor a visitar a página em: http://www.centrodametropole.org.br . Faça o cadastro e tenha acesso a um rico conjunto de informações.

domingo, 4 de novembro de 2012

Calculando a distância entre pontos com o Qgis



Nesse post demonstramos ao leitor como calcular a distância entre pontos, construindo uma matriz no Qgis. Nessa matriz o software calcula a distância de todos entre todos, trabalhamos com um único layer, mas, poderiam ser layers diferentes.
Esse procedimento será executado seguindo as propriedades do dado, ou seja se estiver em coordenadas planas, fará o cálculo em metros, se estiver em coordenadas geográficas retornará o comprimento do arco.
Trabalhei com dados do Centro de Estudos da Metrópole para a informação de Hospitais, a base de eixos (ruas) que o leitor observa é a base do projeto open street map que está disponível em: http://downloads.cloudmade.com/americas/south_america/brazil/sao_paulo#downloads_breadcrumbs

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Primeiros passos com Esri for Office no Power Point


Já havia tido contato com o Esri for Office na versão Beta, mas, ainda não havia experimentado trabalhar com os dados do ArcGIS Online sendo inseridos diretamente no Power Point, a surpresa foi bem agradável, particularmente a visualização dinâmica. Visualizei apenas dados da Esri, mas, é possível construir mapas no Desktop, subir para o ArcGIS Online e inserir esses dados na apresentação.

domingo, 14 de outubro de 2012

Intersecção de linhas com o Kosmo



Hoje vou abordar uma das etapas da validação de uma base de eixos, aproveitando que o site do IBGE está disponibilizando dados dessa natureza para algumas cidades e resolvi analisar esses dados. Encontrei alguns problemas de validação topológica, nesse post abordo os problemas de ausência se intersecção de linhas. Trabalho no software livre Kosmo. Utilizei os dados de parte da cidade de Manaus.
A vantagem dessa base é sua compatibilidade com os setores censitários de 2010. O leitor poderá encontrar os dados em: http://www.ibge.gov.br/home/download/geociencias.shtm
teste_enderecos no final da listagem encontrará algumas cidades como Manaus.
Esse post também pode ser encontrado no Blog do Anderson Medeiros como parte do Geotutoriais, participe você também enviando seu material para o Blog do Anderson, no link abaixo o post em html:
http://andersonmedeiros.com/2012/10/16/interseccao-de-linhas-kosmo-sig/

Filtros de Passa Baixa com Spring



Hoje volto a falar um pouco do Spring, nesse post estou trabalhando com filtros. O processo de filtragem consiste em um tratamento estatístico sobre a imagem, lembrando que uma imagem é uma matriz.
Os filtros de passa-baixa são utilizados para suavizar a diferença numérica entre os pixels, o resultado é um efeito de borramento. Utilizamos esses filtros quando queremos suavizar a transição entre um pixel e outro. No caso desse post estou trabalhando com um imagem do projeto TOPODATA em que estão representadas as formas do relevo, quero suavizar a diferença entre os pixels, o leitor atento poderá observar um tratamento semelhante nos mapas de relevo do próprio Google Maps.
Esses filtros também podem ser utilizados para tratar ruídos na imagem como striping, (listas ou chuviscos em listas) muito comuns em imagens do CBERS.
Recomendo que antes de utilizar qualquer ferramenta de filtragem o leitor busque uma bibliografia de apoio, no meu caso estou utilizando as apostilas do curso de PDI do INPE.
Chamo a atenção também para o recurso acoplar, com ele é possível em determinada área visualizar uma imagem que esteja em outra tela.
Esse vídeo tem alguns problemas de qualidade referentes a placa de vídeo do meu equipamento. Não são problemas do Spring.

sábado, 29 de setembro de 2012

Gerando Curvas de Nível com os dados do Topodata


Nesse post estou trabalhando com os dados do SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission) processados pelo INPE, que através de técnicas de interpolação obteve uma resolução de 30 metros, esse projeto do INPE foi denominado TOPODATA.
Os dados do SRTM  são dados de radar gerados pela NASA com a finalidade de gerar um Modelo Digital de Terreno da terra, a resolução inicial para a América do Sul é de 90 metros.
Utilizo o software livre Qgis com o complemento Gdal para extrair as curvas de nível.
Essa e outras rotinas podem ser encontradas no manual desenvolvido pelo Incra para o Qgis: http://www.incra.gov.br/index.php/servicos/publicacoes/manuais-e-procedimentos/file/1193-apostila-qgis-incra-5-versao
Esses dados são apropriados para o estudo das formas do relevo. Permitem a geração de várias cartas relevantes para os estudos geomorfológicos. Não são adequados para engenharia. Chamo a atenção do leitor  para os documentos de referência que indico, uma boa utilização passa por uma leitura anterior da documentação.
http://mtc-m18.sid.inpe.br/col/sid.inpe.br/mtc-m18@80/2008/07.11.19.24/doc/publicacao.pdf
Mapa índice: http://www.webmapit.com.br/inpe/topodata/

domingo, 23 de setembro de 2012

Análise de vizinhança com o ArcInfo


Esse recurso está disponível apenas no ArcInfo, através dessa funcionalidade o leitor poderá fazer uma análise de vizinhança.

domingo, 9 de setembro de 2012

Simplificação de arcos no ArcGIS 10.1


Esse é um recurso novo do ArcGIS 10.1 disponível nas ferramentas de topologia, com esse recurso você pode simplificar por arcos uma geometria. Ou seja apenas o intervalo entre dois nós. O usuário também pode visualizar previamente como será o resultado final.
Lembrando o leitor caso necessite de um simplify topológico para toda a geometria assista o post anterior:
http://sandrogeotecnologia.blogspot.com.br/2012/04/simplificando-um-shape-file.html

sábado, 1 de setembro de 2012

Realçando imagens no Spring



Ao receber imagens de satélite geralmente o usuário recebe uma produto com uma série de ajustes e correções, apropriadas para o sensor remoto utilizado. Em geral o distribuidor das imagens executa as correções de calibração radiométrica da imagem, correção de distorções geométricas e remoção de ruído.
Mas, para cada aplicação é preciso trabalhar a imagem a luz dos seus objetivos, um dos primeiros procedimentos é o realce das informações que nos interessam. Como é de conhecimento da maioria dos leitores uma imagem é uma matriz em que está representada o comportamento dos objetos frente a radiação eletromagnética. Essa matriz pode ser representa e manipulada na forma de um histograma (gráfico de barras) quanto mais bem distribuido os valores no histograma maior o contraste das informações.
Nesse primeiro post sobre Processamento Digital de Imagens (PDI) estou manipulando o histograma de uma imagem no Spring, distribuindo melhor as informações representadas no gráfico, realçando assim informações presentes na imagem. Muitas vezes nessa fase aparecem ruídos que não foram eliminados anteriormente, o realce põem em evidências informações, mas, também pode realçar os problemas da imagem.
Nesse post trabalhamos com imagens do CBERS2B sensor CCD distribuidas pelo Inpe.

sábado, 25 de agosto de 2012

Onmaps - Inteligência geográfica aplicada

Ocorreu nessa semana o webinar do OnMaps, solução de inteligência geográfica aplicada ao geomarketing.
A solução do Onmaps reuni dados e ferramentas de análise permitindo a tomada de decisões para expansão  comercial. Assista ao webinar completo no endereço: http://mundogeo.com/webinar/onmaps/arquivos.html

sábado, 11 de agosto de 2012

Explorando o select by location no ArcGIS 10.1


Hoje vou abordar algumas possibilidades de seleção espacial com o ArcGIS, esse tipo de seleção é muito importante para a construção de análises. No primeiro caso seleciono todas as vias contidas dentro da Subprefeitura da Sé, como nem todas as ruas estão plenamente contidas na segunda seleção busco apenas aquelas em que o seu centroide esteja contido, também demonstro como usar o recurso de tolerância na qual até determinada distância do limite da subprefeitura será selecionada rua.
Por fim, ao fazer uma seleção em que apenas deve retornar os registros que tocam o limite fica evidente a importância da topologia para análises espaciais.
Trabalhei com dados do Centro de Estudos da Metrópole

sábado, 4 de agosto de 2012

Alterando a Estrutura da tabela de um Shape


Essa semana vou resistir a tentação de continuar explorando o ArcGIS 10.1 para voltar a falar de software livre de GIS, hoje apresento o recurso de edição da estrutura da tabela de um shape no SIG Kosmo, o leitor poderá observar como é fácil a alteração na estrutura. No post eu apenas mudei a ordem de algumas colunas. Alterações do tipo do dado (número, tipo de número, texto...) devem ser feitas com muito cuidado, é preciso ter segurança de que o novo formato tem condições de manter a integridade dos dados tabulares.

domingo, 29 de julho de 2012

Novidades na Topologia do ArcGIS 10.1


Estou começando a explorar a nova versão do ArcGIS, esse primeiro post aborda algumas mudanças na ferramenta de topologia, surgiu um novo recurso (Align Edge Tool) que permite alinhar uma geometria por outro tema vetorial, conforme demostro na vídeo aula. Ficou ainda mais prática edição de vetores no ArcGIS, imagine o leitor a praticidade desse recurso para ajustes de grandes extensões, ficou fácil...
Como sempre trabalhei com dados públicos, hoje utilizei os dados do Centro de Estudos da Metrópole.

sábado, 28 de julho de 2012

Mais de 10.000 acessos em menos de 6 meses

Com alegria ultrapasso a marca dos 10.000 acessos, além da alegria o prazer de compartilhar a técnica, o conhecimento e a informação. Dividindo o saber, por compreender que estamos cada vez mais conectados em rede e compartilhar é dar e receber.
Sucesso é uma das palavras que podem definir essa jornada. Muito obrigado a todos que vem acompanhando nosso blog.

sábado, 21 de julho de 2012

Planarizando linhas no ArcGIS 10


Esse é mais um recurso da ferramenta de topologia do ArcGIS, essa ferramenta é essencial para quem precisa de mapas com alta qualidade. Com a topologia corrigimos erros de edição impondo um padrão elevado de qualidade aos mapas vetoriais. Nesse post o leitor verá a correção de um "loop" (linha dando volta) e a correção de duas linhas que não estavam conectadas.

sábado, 14 de julho de 2012

Juntando tabelas automaticamente através de relações espaciais



Nesse post exploro os recursos do Join Spatial no Kosmo, nesse tipo de processamento a junção de tabelas é feita a partir da relação espacial, da relação topológica.
Num primeiro momento consolidei a relação entre os pontos que representam os hospitais e as linhas que representam as ruas de São Paulo, utilizando a ferramente de snap para que os pontos passassem a tocar as linhas.
No passo seguinte a junção dos atributos dos hospitais com os atributos do viário. Observe o leitor que a base de dados dos hospitais estava incompleta, faltava informações de endereçamento, assim através desse procedimento aprimoramos a qualidade do nosso dado de hospitais, inserindo informações como o nome da rua, e a faixa de cep.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Gerando linhas paralelas no Qgis


Construindo linhas paralelas com o Qgis, esse recurso é bastante útil para quem trabalha com edição vetorial. [#SLGeoTbFaz]

domingo, 1 de julho de 2012

Removendo duplicações de Geometrias


[#SLGeoTbFaz] Aqui estou utilizando as ferramentas do Sextante no Kosmo SIG para remover geometrias duplicadas, pq software livre também.

domingo, 24 de junho de 2012

Novidades no ArcGIS 10.1

Essa semana ocorreu o webinar de divulgação do ArcGIS 10.1, promovido pela MundoGEO e pela Imagem. Muitas novidades foram apresentadas, agora o Arc terá a conexão nativa com o Oracle Spatial permitindo a edição sem a necessidade do ArcSDE, as extensões Maplex e ArcScan que eram pagas serão liberadas no pacote básico além de muitas novidades no ArcGIS Online.
Também merece destaque a integração com o pacote office que está na versão beta mas promete novas possibilidades para os usuários de mapas.

Nesse link a integra do webinar: http://mundogeo.com/webinar/arcgis10-1/arquivos.html
Tendo batido o recorde de público com mais de 2800 inscrições a MundoGEO e a Imagem entenderam por bem fazer uma sessão extra, as inscrições podem ser feitas nesse link: https://www2.gotomeeting.com/register/508416850
Para mais detalhes sobre as inovações da nova versão do ArcGIS 10.1 leia a documentação oficial da Esri
resources.arcgis.com/en/help/pdf/whats_new_in_arcgis.pdf

domingo, 17 de junho de 2012

Identificando a menor rota entre dois pontos com o Qgis


Nesse post exploro o plugin RoadGraph do Qgis. Esse complemento identifica a menor rota entre dois pontos. Caso tenha uma base de eixos (ruas) voltada para navegação veicular poderá configurar as informações de mão de direção e velocidade.
Mais uma vez trabalhei com dados públicos do Centro de Estudos da Metrópole

domingo, 3 de junho de 2012

Convertendo simbologia em representação no ArcGIS


Com esse recurso você pode converter uma simbologia em representação permanente da informação presente nos seus dados. É como transformar o mapa temático no modo default de apresentação da informação. Para utilizar esse recurso você deverá estar trabalhando em um Geodatabase. Via de regra os melhores recursos estão disponíveis apenas nesse formato de dados.
Aqui trabalhamos com dados públicos do DNIT

domingo, 27 de maio de 2012

Extraindo centroide de Linha no Kosmo


A cada dia vou me rendendo mais ao Kosmo SIG, esse SIG livre vai muito além das funções básicas. Tem várias funções avançadas presentes em poucos SIGs proprietários, uma das funcionalidades avançadas é a extração de centroide de uma linha.
Essa funcionalidade é muito importante para a realização de análises espaciais. Por exemplo ao analisar se um segmento está contido em polígono podemos analisar se seu centroide está contido e ou se essa linha está completamente contida.
Mais uma vez trabalhando com dados públicos disponibilizados pelo Centro de Estudos da Metrópole.

domingo, 20 de maio de 2012

Separando geometrias agrupadas com o Qgis


Recentemente executei esse mesmo procedimento de separação de geometrias agrupadas no ArcGIS, como Software Livre Também Faz agora executo a mesma rotina com o Qgis.
Trabalhei com dados públicos disponibilizados pelo Armazém de Dados do RJ. Esse blog é amplamente favorável a Lei de Acesso a Informação. Espero que a lei seja amplamente aplicada aos dados Geoespaciais.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Trabalhando com a Data Comparison do ArcGIS



Com essa ferramenta é possível comparar versões de mapeamento de um determinado tema. A comparação de dados é feita entre as geometrias e atributos. É ideal para analisar atualizações de informações.
Nesse post comparei os limites municipais do Estado de São Paulo disponibilizados pelo IBGE nas versões 2007 e 2010. São significativas as alterações nas geometrias.
As diferenças de atributo foram por mim introduzidas para evidenciar as potencialidades da ferramenta.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Definindo a projeção de um shape file no ArcGIS


Com frequência shape files disponibilizados na internet vem sem o arquivo de projeção, isso ocorre porque alguns programas não conseguem exportar para shape e gerar o arquivo de projeções (prj) nesse caso recomendo que entre em contato com o produtor do dado e solicite a informação de Datum e projeção. A seguir reproduza a operação executada no vídeo.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Conversão de Geometrias com o Kosmo



Entre as funcionalidades do Kosmo encontramos a conversão de geometrias, o Kosmo é um Sistema de Informações Geógraficas livre de excelente qualidade, tem funções avançadas como conversões de geometrias, função convencionais de um SIG como join spatial, merge e dissolve, também conta com ferramentas muito boas de edição vetorial e ainda com o robusto Sextante.
Convertendo polígonos para pontos, pontos para linhas e linhas para polígono. Percorremos o caminho de uma geometria em um sistema computacional.  Em um sistema um ponto é apenas um par de coordenadas. Uma linha nada mais é que um conjunto de pares de coordenadas ordenado que não se fecha em si, um polígono um conjunto de pares de coordenadas ordenado que se fecha em si.
Ao decompor feições podemos estabelecer relações espaciais com outras geometrias apenas onde estas se encontram. Isso abre um leque de possibilidades. Também podemos backupear nossas geometrias em arquivos do tipo TXT economizando espaço de armazenamento.

sábado, 5 de maio de 2012

Gerando Buffer com Anéis Concêntricos no Kosmo


Somando forças na Campanha Software Livre de Geo também Faz. Mais uma rotina que pode ser realizada de forma eficiente em um SIG livre, com o Kosmo o procedimento é até mais prático que em alguns SIG proprietários. O Kosmo assim como o Qgis trabalha com o formato shape.
Hoje esse Blog completa seus três primeiro meses. Gostaria de externalizar a satisfação de manter esse blog, de compartilhar conhecimentos, de aprender, ser estimulado a aprender mais, todos os dias mais.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Trabalhando com Domínios no Geodatabase


Na modelagem de um geodatabase a construção de domínios é bastante recomendada, domínios são campos de auto preenchimento, muito comuns em formulários, permitem um controle da entrada de informações evitando erros de preenchimento na alimentação do Sistema de Informações Geográficas.

sábado, 28 de abril de 2012

Edição vetorial com o Kosmo


O Kosmo é um SIG livre que possui ferramentas de edição vetorial muito eficientes, tem um snap que pode ser ajustado sua intensidade, sob que layers deverá ser ativo, se será atraído por qualquer parte da linha ou apenas nos vértices e outras opções. Você também pode recortar polígonos, mover vértices duplos (polígonos vizinhos) e outras opções...
Ao fundo a base de eixos do CEM disponível para download.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Construindo polígonos com o Trace Tool


O Trace Tool é uma dessas ferramentas que ajudam a explicar a liderança da Esri em software de geoprocessamento. Com apenas dois cliques, um inicial e outro final, foi possível reconstruir o polígono propositalmente excluído para esse post.

domingo, 22 de abril de 2012

Adicionando coordenadas para pontos com o Qgis


Fácil e rápido, utilizando as ferramentas do Sextante no Qgis você pode adicionar os valores de coordenadas aos seus pontos sem a necessidade de criar uma nova coluna, definir estrutura do campo e preencher a coluna.
O próprio Qgis gera um novo shape adicionando essas colunas e preenchendo os campos, um show de eficiência do software livre.

domingo, 15 de abril de 2012

Validação topológica de uma base de ruas



Entendendo a topologia como as relações espaciais de vizinhança. Sua validação consiste na aplicação de regras. Essas regras são necessárias para a plena utilização de uma base de dados, no caso trataremos de uma base de eixos.
Para que se tenha uma ideia da importância desse processo, não é possível construir uma rede geometria sem validação topológica previa dos dados envolvidos, posso citar como exemplo de rede geométrica, um sistema de roterização, uma rede de distribuição de água ou uma rede de coleta de esgoto.
Nesse post faço uma análise da base de eixos de São Paulo que o Centro de Estudos da Metrópole disponibilizada gratuitamente em seu site.
Sobre essa base apliquei três regras: não deve haver sobreposição de geometrias; não devem ser permitidas geometrias formadas por mais de uma parte; não deve haver geometrias com comprimento inferior a um metro, que é a tolerância que apliquei para esse caso, essas ocorrências geralmente estão relacionadas a erros de desenho.
Como resultado encontrei 99 ocorrências de sobreposições (overlaps), nenhuma ocorrência de geometrias compostas por mais de uma parte e 105 ocorrências de geometrias abaixo da tolerância. Esses erros devem ser analisados um a um, uma solução automática pode construir novos erros. O vídeo apresenta a resolução de um exemplo de cada tipo de inconsistência encontrada.
Mais detalhes sobre a construção do Geodatabase em:http://www.gis.unbc.ca/help/software/esri/Building_a_Geodatabase.pdf

quinta-feira, 12 de abril de 2012

SIG livre ou proprietário?


Essa questão também me ocupa, tenho pensado na perspectiva da integração. Em explorar as possibilidades das ferramentas dos SIG (Sistemas de Informação Geográfica) livres, sem rebaixar os requisitos de qualidade. Também explorando a robustez de SIGs proprietários como os da família Esri que dão segurança a qualquer operação comercial de larga escala.
O fundamental para isso é a possibilidade de conversação dos formatos. Mais uma vez o shape saí na frente, SIGs livres como o Quantum Gis, como o SAGA operam muito bem nesse formato. Nesse sentido a grande inovação seria a possibilidade de outros softwares lerem e editarem o formato gdb da Esri. Mais estável, com maior capacidade de armazenamento e capacidade de gestão de dados é o geodatabase dos sonhos de qualquer SIG.
A conversação dos formatos (datainteroperabilidade) também nos faz menos reféns do software A ou B, a dependência de uma única ferramenta de GIS é a meu ver temerária para as organizações, empresas e profissionais da área.
Outro caminho, tem sido a integração de funcionalidades de software livre em ferramentas proprietárias, a disposição do Sextante para ArcGIS vai nessa direção. Essa integração permite, por exemplo, que alguém que tenha uma licença de ArcView tenha algumas funcionalidades avançadas disponíveis apenas em um ArcInfo, esse caminho também me parece bastante positivo.
Respondendo a questão: SIG livre ou proprietário? Minha resposta é os dois. A modelagem do mundo físico, da sua esfera econômica e sua dimensão social não abre mão dos avanços da tecnologia seja por ferramentas livres ou proprietárias.

domingo, 8 de abril de 2012

Construindo um grid com o Qgis utilizando o Sextante


Essa semana o Anderson Medeiros postou sobre o sextante no Qgis, aproveitando sua dica, instalei o Sextante e fiz meus primeiros testes com as ferramentas do SAGA no Quantum. Os resultados foram muito positivos. 
Nessa postagem estou construindo um grid de 1000m X 1000m cobrindo todo o município de São Paulo.
Para utilizar as ferramentas do SAGA no Qgis é preciso instalar o SAGA e configurar através da barra do Sextante, opções e configurações o caminho da pasta do SAGA.


domingo, 1 de abril de 2012

Simplificando um shape preservando sua topologia


Essa é uma ferramenta muito útil do ArcGIS, com ela você pode tornar seus arquivos mais leves ou resolver problemas como vértice sobre vértice, através da simplificação você estabelece a distância mínima entre os vértices, porém, requer cuidados na sua aplicação para não introduzir erros de topologia (Gaps) na sua base de dados. Recomendo que utilize a configuração do post.

Separando polígonos agrupados com o ArcGIS


Separando polígonos agrupados através da ToolBox do ArcGIS, esse é mais um procedimento recorrente em geoprocessamento.
Utilizando dados do Armazém de dados do RJ.

sábado, 17 de março de 2012

Abrindo SHAPE no Google Earth


Para abrir um shape no Google Earth é preciso fazer uma conversão com a Tool Box, esse procedimento é demostrado no vídeo acima.
Caso você tenha uma licença do Google Earth Pro você poderá abrir seu shape sem necessidade conversão.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Aziz sempre estará presente entre nós


Em homenagem ao grande geógrafo e defensor das causas mais justa o professor Aziz Ab'Saber esse blog em luto, compartilha sua entrevista no Roda Viva da TV Cultura do ano de 1992.
Já sinto a falta do Aziz, sinto a nossa ciência geográfica viúva, sinto a Amazônia mais vulnerável, as cidades mais submissas a especulação imobiliária, nossos rios mais poluídos, nossas vidas mais tristes...
Que pena Aziz, que você se foi tão cedo, precisávamos de você conosco por mais 87 anos.

domingo, 11 de março de 2012

INPE disponibiliza dados sobre o uso da terra em áreas desmatadas

Na próxima terça dia 13/3 será apresentado em Cuibá os dados sobre o uso da terra em áreas de desmatamento na região amazônica, as imagens analisadas são do ano de 2008. Essa análise foi produzida por técnicos do Inpe e da Embrapa no projeto denominado Terra Class.
Enfim um retrato sobre os vetores indutores do desflorestamento na Amazônia produzido a partir do uso das ferramentas de geotecnologia.

sábado, 10 de março de 2012

Dividindo shape por atributo com o Qgis


Nesse post dividi os bairros do Rio de Janeiro através de um atributo utilizando o software livre Qgis.Esse recurso é compatível com o Split disponível no ArcInfo no que diz respeito a divisão por atributo.

domingo, 4 de março de 2012

Noções Básicas de Cartografia

A versão digital do manual técnico de Noções Básicas de Cartografia do IBGE está disponível no link
http://www.ibge.com.br/home/geociencias/cartografia/manual_nocoes/indice.htm
Esse documento apresenta uma síntese do processo cartográfico, é um manual introdutório muito bom.
Boa leitura!

sábado, 3 de março de 2012

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais - INDE

Conforme havia mencionado falarei um pouco sobre a INDE, por tratar-se de um tema muito abrangente,  farei uma série de post sobre o assunto, que serão publicados ao longo da vida desse blog...
O objetivo da INDE é organizar o acervo de dados geoespaciais existentes nas diferentes esferas do governo brasileiro, de maneira a facilitar o acesso e também organizar seus metadados.
O metadado, a informação sobre o dado, é da maior importância para quem trabalha com geotecnologia. A INDE constituiu e está alimentando um banco de dados com esse propósito, no pagina do banco de metadados você encontrará informação sobre a escala do mapeamento, tipo do mapeamento, ano, abrangência espacial, formato dos dados, equipe responsável e outras informações. Acesse o link abaixo e conheça o banco de metadados da INDE.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Mapeando o ponto médio de uma linha com ArcGIS

Uma das possibilidades de mapear o ponto médio de uma linha no ArcGIS

Mais uma vez trabalhamos com dados fornecidos pelo Armazém de dados do RJ
http://www.armazemdedados.rio.rj.gov.br/

Qgis com imagens do Google Earth

O Qgis tem recursos poderosos, hoje mostrarei como instalar o complemento Open Layers que serve para visualizar as imagens do Google Earth. Chamo a atenção do leitor para o conjunto de outras ferramentas a disposição, nem todas lhe serão úteis, mas tem um acervo interessante de possibilidades... em vermelho o shape dos setores censitários 2010 do Rio de Janeiro.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Boa noite leitores,
Assista ao vídeo sobre a compatibilização de SIRGAS2000 com SAD69 no ArcMap com melhor resolução em:http://www.youtube.com/watch?v=QnA5A-dM_3U&feature=youtu.be
Gostaria de salientar que estamos apenas compatibilizando os dados no âmbito da sua visualização. Não estamos alterando os dados, estamos alterando o projeto, o MXD.
Para algumas aplicações essa é a melhor forma de lidar com o dado, pois não se alteram os originais. Outras aplicações demanda a transformação do dado.

Compatibilizando SIRGAS2000 com SAD69 no MXD

Primeiro gostaria de agradecer aos leitores pelos mais de 300 acessos em 3 dias.
Mostrarei hoje como trabalhar com sistemas de coordenadas diferentes no ArcMap.
Assista em melhor resoluçãohttp://www.youtube.com/watch?v=QnA5A-dM_3U&feature=youtu.be 

video
Faremos a compatibilização dos dados do SIRGAS 2000 com SAD69 no ambiente de Edição do ArcGIS. Os valores de conversão podem ser encontrados no post anterior sobre Parâmetros de conversão. Trabalhei com os limites de município disponibilizados pelo IBGE.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Hoje vou falar novamente sobre o Qgis, uma operação importante em geoprocessamento é o Join Spatial, nessa operação juntamos os atributos de duas feições diferentes a partir da sua relação espacial. Importante lembrar que para essa operação os dados devem ter o mesmo sistema de projeção.
Para assistir em melhor resolução: http://www.youtube.com/watch?v=Ok7zqCmkHXo&feature=youtu.be
video

Nessa ação meu objetivo era juntar as informação das estações de metro com os as informações dos polígonos de bairro. Trabalhei com dados públicos disponibilizados pelo Armazém de dados.

No próximo post mostrarei como trabalhar com dados em diferentes sistemas de projeção no ArcMap.



segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Decompondo um polígono para ponto e transformando pontos em polígono

Como mencionei na minha apresentação pessoal trabalho com tratamento de dados geográficos, saber lidar com as formas é fundamental no meu trabalho.
Assista em melhor resolução pelohttp://www.youtube.com/watch?v=KRs3A5Ujc94&feature=share
video
Preparei uma apresentação no Qgis fazendo a decomposição de um polígono para ponto e depois sua recomposição. Peço desculpas pela falta de prática na ferramenta de gravação.



Bom dia!
Estão abertas as inscrições para os cursos de curta duração em geotecnologias do INPE, em geral as vagas são preenchidas rapidamente.
http://www.selperbrasil.org.br/cursos/
Boa semana a todos

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Para quem ainda não conhece o Qgis eu recomendo a instalação. Trata-se de um software gratuito e com código aberto. Essa é a razão do seu sucesso, pessoas em todo o mundo estão desenvolvendo novas funcionalidades e disponibilizando.
Procurarei colaborar com a divulgação das funcionalidades dessa ferramenta.
http://hub.qgis.org/projects/quantum-gis/wiki/Download
Parâmetros de conversão entre os sistemas de coordenadas mais utilizados no Brasil
http://www6.ufrgs.br/engcart/Teste/refer_exp.html

Visualizando em módulo clássico as ferramentas de edição no ArcGIS 10

Dica para quem está trabalhando com o ArcGIS 10 e gostaria de visualizar as ferramentas de edição da mesma forma das versões anteriores, abra C:\Arquivos de programas\ArcGIS\Desktop10.0\Utilities e selecione AdvancedArcMapSettings, Editor, desabilite Create Features Using Templates.



Saudação

Olá, estou começando minha trajetória de blogueiro... pretendo nessa caminhada difundir o uso das geotecnologias, ampliar contatos, trocar experiências e conhecimentos.
Web Analytics